20 de abril de 2024
DestaquePolícia

Polícia esclarece homicídio de homem encontrado mutilado às margens da BR-153

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Marília, esclareceu o homicídio no qual foi vítima Hiago Henrique Furtado dos Santos, 30 anos, morador da cidade de Lins. O corpo, que estava com a mão e o pé direito decepados, foi encontrado por um caminhoneiro, na última quarta-feira (13), em matagal às margens da BR-153, próximo à Fazenda do Estado, em Marília.

Nas investigações foi apontado que no dia 8 de dezembro a vítima foi de ônibus de Lins para Marília, pernoitando na casa de um amigo, o auxiliar de almoxarife, Guilherme Belizário, 30 anos, morador da zona norte de Marilia, que se tornou o principal suspeito do crime.

A partir de então, a história e apuração de basearam na versão alucinante do investigado, que confidenciou que Hiago tinha a intenção de tirar a própria vida e pediu para que ele o auxiliasse. Segundo o investigado, Hiago teria  pago R$ 650 e dando um celular de presente, para que o ajudasse do suicídio.

Após andarem com o veiculo da empresa onde Guilherme trabalha, e tentar convencê-lo de não se matar, tomaram rumo para a cidade de Lins. No trajeto pararam nas proximidades da Fazenda do Estado. Hiago então teria ingerido medicamentos e cortado superficialmente um dos pulsos com uma lamina Gilette. Ainda consciente, Hiago teria pedido ao amigo para ajudar a cortar o outro pulso. Guilherme então relatou que fez um profundo corte no pulso esquerdo de Hiago.

Passado alguns minutos, quando a vítima já estava desfalecendo, Guilherme deixou o local e foi para Lins. Lá, queimou os documentos da vítima e destruiu o chip do aparelho celular, objeto este foi vendido a outra pessoa, na última sexta-feira (15). Guilherme teve prisão temporária decretada nesta terça-feira (19).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *