19 de julho de 2024
Polícia

Motos, som alto e algazarra no recinto da Expopardo atormentam moradores

População do Residencial Califórnia e da Vila Maristela que mora nas proximidades da Expopardo reclama do barulho provocado por motocicletas e carros com som alto que, aos finais de semana, se reúnem no recinto. Muitas vezes, a algazarra regada a bebida alcoólica se estende pela madrugada, tirando o sossego dos moradores. Há relatos e filmagens que mostram o barulho de motos acelerando e som automotivo às 2h45 da madrugada. Moradores não autorizaram a divulgação das imagens e preferiram não revelar os nomes temendo represálias.

As constantes reclamações se transformaram em um Projeto de Lei do vereador Juninho Souza, que teve o parecer jurídico apreciado na última sessão do ano, dia 18, mas que só deve voltar à Câmara para votação em 5 de fevereiro de 2024, após o recesso. Caso seja aprovado, o projeto ainda terá que ser sancionado pelo Prefeito Diego Singolani para entrar em vigor.

O projeto defende que o recinto da Expopardo seja aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 7h às 20h e, aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 22h. Nos dias de eventos, a abertura deve seguir as regras da organização, seguindo o alvará concedido pelo Poder Público. Ocorre que a entrada do recinto é aberta, havendo a necessidade da instalação de barreiras, que já estão sendo providenciadas pela Secretaria Municipal de Turismo.

“Já temos a empresa contrata para instalar portões em todas as entradas. No momento ela está confeccionando os portões e, até o mês de janeiro, já estarão instalados”, revela o Secretário Gérson Garcia.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *