21 de fevereiro de 2024
DestaquePolítica

“Apaniguados”, “saco sem fundo”, diz Juninho em referência à Codesan em sessão polêmica

Sessão da Câmara de Santa Cruz do Rio Pardo na noite de segunda-feira (13) foi marcada pela troca de “gentilezas” entre o diretor administrativo da Codesan João Marcelo Santos e o vereador Juninho Souza (Republicanos). Após ter seu nome mencionado em discurso de Juninho, o diretor enviou mensagens de texto chamando o vereador de analfabeto. “Lava a sua boca suja antes de citar meu nome”, diz uma das mensagens de João Marcelo.

* Leia também:
Diego convoca reunião de emergência com secretariado após bate boca na Câmara

*

Tudo começou quando o vereador se mostrou contrário ao projeto de lei 260 que autoriza o poder executivo a conceder subvenção de R$ 102 mil à autarquia. Juninho subiu ao púlpito e lançou palavras duras (Veja no vídeo abaixo em 2:32):

*

A Codesan é saco sem fundo. Dinheiro está sumindo. Leis que aprovamos de R$ 1,2 milhão, R$ 1 milhão, R$ 500 mil. A última foi R$ 2 milhões aonde o advogado João Marcelo veio aqui com um monte de ladainha que seria a última subvenção do ano, que não ia pedir dinheiro mais. Cadê os R$ 2 milhões que era pra pagar bônus de natal dos funcionários? Cadê o dinheiro da autarquia Codesan? Tenho certeza que está no bolso dos apaniguados, ganhando R$ 10 mil, R$ 8 mil reais dentro da autarquia. Sou a favou de virar uma secretaria e mandar tudo embora aqueles apaniguados (…) e acabar com essa patifaria que está dentro dessa autarquia”, declarou Juninho em sua justificativa ao se manifestar contrário à lei que acabou sendo aprovada pelos outros 12 vereadores.

*

Na sequência outros sete projetos de lei foram aprovados, entre eles as contas da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Rio Pardo, referente ao exercício de 2021 e o sistema de bilhetagem eletrônicas nos ônibus da Circular. Quando a sessão se encerrava, Juninho pediu a palavra mais uma vez para denunciar as mensagens ofensivas que havia acabado de receber de João Marcelo (Veja aos 2:37:50 do vídeo abaixo).

*

“Eu só tenho o técnico, mas também não sou tonto. O que ele (João Marcelo) tem contra os analfabetos? O que ele tem contra da pessoas da periferia? Essa é as pessoas (sic) que o prefeito festeiro coloca para cuidar do povo“, declarou Juninho em parte do discurso.

*

No vídeo abaixo, aos 2:40:15, é possível ver a chegada de João Marcelo e quase o início de um bate boca com Juninho.

*

O IBTVNews tentou conversar com João Marcelo, mas ele não quis se pronunciar. O espaço continua aberto para manifestações.

VEJA O VÍDEO:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *